A RAÇA / História

Características

da Raça

O Dogue de Bordeaux é uma raça carinhosa, calma, equilibrada, agradável e gentil. É muito apegada ao seu dono, e bastante cuidadoso e paciente com as crianças.

O Dogue de Bordeaux é um dos mais antigos cães franceses, e provavelmente descendente dos Alanos, cães levados para a Europa pelos alanos, um povo iraniano expulso pelos hunos.

O Dogue de Bordeaux deve ser educado desde muito pequeno, de modo a torná-lo um bom e responsável companheiro. O treino deve ser combinado com algumas brincadeiras.

A Raça (Origem / História)

O Dogue de Bordeaux é um dos mais antigos cães franceses, e que provavelmente descendente dos Alanos, cães levados para a Europa pelos alanos, um povo iraniano expulso pelos hunos. Estes cães foram utilizados principalmente para lutar e, antes de seu desaparecimento, no século V, na Aquitânia e no norte da Espanha, haviam sido cruzados com os cães nativos. O resultado foi o que mais tarde se tornou conhecido como o Dogue de Bordeaux. Na Idade Média, tornou-se um cão de guarda e, no século XVII, era o cão da moda na burguesia francesa.

 

O Comportamento

O Dogue de Bordeaux é uma raça carinhosa, calma, equilibrada, agradável e gentil. Para além disso, tem características especiais, tais como: ser muito apegada ao seu dono; e ser bastante cuidadoso e paciente com as crianças. No entanto, tende também a ser, algumas vezes, um pouco teimoso e orgulhoso. Uma coisa é certa, é um cão inteligente, e sempre que aprender algo nunca mais irá o esquecer.

 

O Aspeto

O Dogue de Bordeaux é um cão musculoso, atlético e imponente. De entre as suas principais características físicas, destacam-se: a sua cabeça larga, com muitas dobras e lábio caído (cobrindo o maxilar inferior); olhos ovais separados com orelhas pequenas e caídas; a cauda é grossa na base; e um pelo é fino, curto e suave. Em termos de cor da pelagem, o Dogue de Bordeaux pode ser de cor de mogno ou de um tom amarelado.

Os Cuidados

O Dogue de Bordeaux deve ser educado desde muito pequeno, de modo a torná-lo um bom e responsável companheiro. Combine o treino com algumas brincadeiras e nunca, mas nunca, use gritos e castigos para tentar fazê-lo obedecer. Não se esqueça, também, que é importante que o cão tenha uma quantidade adequada de exercício físico, de modo a evitar problemas a nível dos tendões e ligamentos.

A Saúde

Apesar do seu estatuto, o Dogue de Bordeaux é um cão com saúde um pouco frágil. Devido ao seu tamanho, é normal ocorrer problemas a nível da displasia do quadril. Para além disso, o cão tende a ser afetado por problemas de pele ou inchaço.

É assim eu nós vemos os nossos cães… não só como simples cães, mas como elementos da nossa família.

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES